“Eu quero partilhar a vida boa com você” – Sobre o que a gente ainda vai viver juntos…

Rubel e Anavitória, lançaram juntos uma versão de “Partilhar” canção que antes de qualquer comentário é inteiramente linda!



Dessa forma, analisando a música podemos perceber que a mensagem dessa música, a vibe dela, as vozes e os arranjos são completamente sutis!

Como se fosse uma conversa, que a gente sempre tem com a pessoa em que amamos, na música se ouvirmos de fone, com os olhos fechados, podemos imaginar uma história linda ao lado de quem amamos!

Sendo assim, o intuito desse artigo, é refletir sobre a ideia da música, fazer uma conversa entre a gente, escritor e leitor, e dessa forma, expressar nossa verdade, sobre as coisas boas da vida!

Mas, já refletindo, você quer partilhar a vida boa com alguém? Marque nos comentários!

“Mas se existe alguém que pode resgatar sua fé no mundo, existe nós” – Partilhar!

Podemos entender que, o personagem da canção, assim como na vida real pensa “ se tem uma pessoa que vai te ajudar em tudo, que vai enxugar suas lagrimas, que vai fazer com que você se sinta bem a todo momento, sou eu”!

E mais do que nunca sabemos o quanto os relacionamentos nos confortam nos dias de hoje, claro que, quando estamos em total sintonia!

É importante ter alguém para dividirmos os dias, para fazer com que a gente supere nossos medos e conquiste nossos sonhos!

Pois, o mundo anda tão mal, que as vezes o que precisamos e o que mais queremos é fugir, ou simplesmente ser abraçados por alguém!

Muitas vezes queremos somente o colo da pessoa em que amamos, sem dizer nada, simplesmente por estarmos juntos!

“Mas não importa, a gente inventa a nossa vida”…

Todo começo de relacionamento, os dois sonham em morar juntos, viajar, sonham na realidade com tudo!

E inventar a vida, quer dizer, trabalhar, conquistar os sonhos juntos, independente do que aconteça!

Não importa o que aconteça, mas, a gente inventa nossa vida, a gente faz acontecer, se você quer e eu quero, pronto, já está feito!

“A cada hora que eu tô longe é um desperdício” – Eu quero partilhar!

Quem é que nunca sentiu saudades depois de dizer “tchau”? Isso acontece na intensidade do sentimento amor!

É impressionante o quanto o amor faz com que a gente se sinta acolhido, dessa forma, o quanto a gente se sente confortável!

Essa “saudadezinha” é um sentimento de “ fica mais uns 80 anos aqui”!

“Viajo a toda força, e num instante de saudade e dor, eu chego pra dizer que eu vim te ver”

Quando a saudade aperta de verdade, não importa o horário, a cidade, a lonjura! Quando estamos apaixonados, quando amamos alguém, a gente faz acontecer!

Não importa se há chuva ou sol, o que importa é a gente fazer acontecer!

Fazer surpresas, sem data, sem hora, sem motivo, simplesmente dar um presente, fazer algum jantar, comer algo diferente!

Simplesmente, falar “vamos viajar”, já comprei tudo! Afinal, essas coisas que valem a pena!

Pegando como base a reflexão da música, deixo aqui a todos vocês que são fã de Rubel, os que ainda não são, tenho a completa certeza de que serão!

Veja o vídeo, comente sobre o artigo em nosso blog, dê sugestões de outras canções! Precisamos do seu Feedback!

6 maneiras de deixar uma conversa interessante!



Deixe uma resposta

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: