Cachorro sozinho em casa: saiba o que fazer

Saiba o que fazer com seu cachorro vivendo sozinho em casa sem muita atenção. Cachorro sozinho em casa: saiba o que fazer.  

Nos dias de hoje muitas pessoas se viram obrigadas a sair de casa e ir trabalhar fora e como se sabe, um trabalho leva uma boa parte do nosso dia o que pode fazer com que nosso pet seja obrigado a conviver na solidão por horas e horas e por esse motivo é que venho dar dicas de como fazer seu cãozinho ficar bem mesmo nessa situação.

Sobre os cães

Em geral os cães são muito dependentes de seus donos e para se manterem saudáveis precisam estar constantemente ganhando atenção.

No entanto, como dito anteriormente muitos deles têm estados sozinhos por falta de tempo de seus donos e por esse motivo é que a maioria desses cães tem desenvolvido problemas como ansiedade e até depressão.

Ansiedade de separação – Cachorro sozinho em casa

A ansiedade de separação acontece quando o cachorro passa muito tempo longe do seu dono e fica muito ansioso por causa disso. Um dos sintomas de que ele está com este distúrbio são:

  • Empolgação exagerada quando te vê
  • Xixi e cocô fora do lugar adequado
  • Destruição de coisas dentro de casa
  • Falta de apetite
  • Automutilação
  • Excesso de latidos
  • E até mesmo apatia canina

Os cães desde sua era primitiva, tendem a criar laços muito fortes com membros do seu mesmo grupo de convívio.

Por esse motivo é que o dono deles é algo que eles não conseguem ficar longes, portanto, sofrem tanto com a falta deles por perto o que pode deixar eles muito desconfortáveis, visto que são criaturas que só sabem viver em sociedade.

Condição importante que deve estar atento – Cachorro sozinho em casa

Principalmente com algumas raças, a dependência pode ser maior ainda e por esse motivo é que é fundamental realizar alguns exercícios que torne essa dependência cada vez menor.

Pois de certa forma esse apego todo pode se transformar em sérios problemas para o pet e para o dono.

Exercícios que devem ser feitos

É importante que sempre você esteja estimulando o pet a brincar sozinho, para que dessa forma ele saiba como estar se divertindo sozinho e apreciando a própria companhia enquanto o dono está fora de casa.

Além disso o tempo para ele brincando e descansando passará bem rápido e ele nem sentira tanto a falta que o dono está fazendo.

O segundo exercício é para você mesmo. É muito importante que você não faça uma algazarra toda ao ver o pet e ao se despedir dele quando for sair, isso porque ele sentira a sua preocupação e também ficará preocupado em questão a separação de ambos.

Portanto, ao sair de casa é importante que você não faça uma despedida toda melosa com seu pet, pois verá as suas emoções e sentirá eufórico o dia todo.

Ao voltar para a casa a atitude deve ser normal. É claro que você deve dar atenção, porém não o deixe dependente demais da sua companhia pois ele pode não conseguir ficar bem sem ela depois.

É muito importante pensar no pet ao sair de casa, para que dessa forma ele consiga apreciar o momento sozinho ao invés de ficar ansioso pela sua chegada.

Por fim, prepare todo um espaço para ele se divertir com os brinquedos e também sua comida em brinquedos para ele se divertir enquanto come.

É importante que ele se mantenha ocupado para que a ansiedade não ganhe força no cãozinho, e ao voltar nada de escândalos pois ele pode sentir suas emoções e carregar tudo para si.